3 lugares para passear de bike com o cãozinho

Veja quais são as melhores opções de transporte e os cuidados que você precisa ter a fim de garantir a segurança do seu pet durante o trajeto

Seu cachorro fica agitado e acha que vai passear toda vez que você vai sair de bicicleta? Saiba que essa pode ser uma boa ideia para se exercitar junto ao seu pet, para passar tempo de qualidade com ele e para, ainda, gastar um tanto da energia que alguns cães, especialmente os de grande porte, têm de sobra.

Porém, antes de começar a levar o seu cachorro quando for andar de bike, é preciso assegurar o conforto e a segurança do animal, e isso passa tanto por adaptações no veículo e por aquisição de acessórios quanto pela escolha do local onde vocês vão passear.

Não há nenhuma proibição específica quanto a esse tipo de transporte no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O que você precisará fazer é checar se o local onde você pretende circular com o pet permite ciclistas e, caso o cachorro vá andar ao seu lado, também se permite animais. 

É importante que o cachorro seja transportado de uma forma que não tire a sua atenção, o que é essencial para evitar acidentes. Isso é fundamental durante todo o percurso, independente do local. A seguir, dicas de três escolhas que costumam dar certo:

  • Parques: cheios de natureza, esses lugares podem ser ótimos espaços para o seu cão correr junto contigo (se ele for grande) ou para deixar a bike de lado um pouco e brincar com ele (se ele for pequeno); 
  • Calçadões de praias: os calçadões aos arredores da praia também costumam ser bons lugares para levar os cães. Além da vista incrível, a brisa fresca deixa o passeio mais agradável. Se possível, fuja dos horários de pico, como o fim da tarde, mas evite também os horários de sol forte;
  • Ruas tranquilas: se você morar próximo a ruas tranquilas ou em um condomínio, essa também pode ser uma boa opção. Se houver uma pracinha para uma parada no caminho, melhor ainda.

Em avenidas e em ruas mais movimentadas, pode não ser adequado levar o seu cão, porque ele pode se assustar com o movimento. Lembre-se de que a segurança deve ser prioridade máxima.

Invista em acessórios

A fim de que o passeio seja feito em segurança, é imprescindível investir em acessórios de segurança para o seu cão. Os mais indicados são:

  • Cestos: ideais para levar os animais menores, eles podem ser acoplados na frente da bike somente quando você precisar. Escolha aqueles com cinto de segurança que segure bem o pet;
  • Mochila ou canguru: esses acessórios servem para você levar o seu amigo junto contigo. Verifique se o modelo escolhido é confortável para o animal e se proporciona uma boa distribuição de peso. Também verifique se você conseguirá se equilibrar tranquilamente quando estiver usando;
  • Cycleash: esse é o tipo de guia mais adequado para os cães de porte médio e grande, que vão caminhar do lado da bike. Ela fica presa na própria bicicleta, o que deixa as suas mãos livres. Também é mais firme, ou seja, você não correrá o risco de a corda enroscar na roda.

Outros cuidados

Além de escolher bem por onde passeará com o cão e de ter os acessórios corretos para o conforto e para a segurança durante todo o percurso, há outros cuidados que são fundamentais. Fizemos uma lista para lhe lembrar:

  • Leve sempre água para o animal e, se o percurso for longo, também um pouco de ração;
  • Certifique-se de que a manutenção da sua bike e dos acessórios que vai utilizar esteja em dia;
  • Faça paradas para que o animal descanse, especialmente se ele ainda não está acostumado com esse tipo de passeio ou se demonstrar qualquer sinal de cansaço;
  • Leve sempre um saquinho para o caso de o seu cão precisar fazer o número 2 pelo caminho;
  • Sempre cheque a previsão do tempo. Evite horários em que pode chover ou com sol muito forte.

 

Leave a comment

Your email address will not be published.